Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OMG! She's a book reviewer!



Terça-feira, 09.07.13

Ondjaki - Os Transparentes

  
Numa altura em que Luanda é a pista de aterragem para tantos emigrantes portugueses, é essencial que este livro faça parte da mesinha de cabeceira de todos eles. Ler Os Transparentes é como espreitar por uma janela e ver Luanda inteira. Mais do que isso, a cada página o leitor é absorvido pela cidade e convidado a ver através dos olhos de quem a ela pertence.
Encontraremos, claro, a história que todos conhecemos, de governantes corruptos que forçam a miséria de cidadãos honestos («fui comendo cada vez menos para que os meus filhos pudessem comer o pouco que eu não comia») enquanto exploram e dividem entre si as muitas riquezas de uma terra que tem tudo. Mas o livro não nos deixa no abismo da história única, mostra-nos um povo alegre e desenrascado, que inventa negócios excêntricos e formas de sobreviver, rindo e dançando com a boa disposição que lhes permite esquecer o tanto que lhes tiraram e tiram todos os dias.
Vamos reencontrar personagens queridas de outros livros, mergulhar numa banda sonora escolhida criteriosamente, rir quase sempre, emocionar-nos algumas vezes. Tudo isto com a qualidade literária que já se espera de Ondjaki, mas num estilo menos fechado do que, por exemplo, em Quantas Madrugadas Tem a Noite.
Dos livros que li do autor, este foi o romance que teve mais espaço para ser romance.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Inês às 22:43


4 comentários

De Déa Paulino a 10.07.2013 às 05:53

Só não sei se concordo com a menção ao estilo de "Quantas madrugadas..." como fechado. Achei muitíssimo gostoso o modo como a leitura fica embriagada e me deixei levar com ela.
Como você, acredito que, por ora, Os Transparentes é "O" romance do Ondjaki.
Um beijo!

De Inês a 10.07.2013 às 08:23

Eu adorei o "Quantas Madrugadas Tem a Noite", talvez continue a ser o meu preferido. O que eu quis dizer é que, a sua narração num estilo de linguagem mais coloquial cria mais dificuldades a um não luandense. Este livro é menos complicado nesse aspeto. Beijo :)

De Patrícia Di Carlo a 15.07.2013 às 21:26

Dele, por hora, li apenas o AvóDezanove e adorei! Quero mais e esse já entrou pra lista de queridos com pelo menos 3 estrelas, já que uma é a sua indicação, outra da Déa e por aí vai! ;o)

Beijinhos
Paty

De Inês a 15.07.2013 às 21:31

Pati, aposto as minhas fichas todas em como vais gostar :)
Beijinhos!

Comentar post



Eu e as redes sociais

Facebook
Instagram
Goodreads
Twitter

No Youtube



O que ando a ler


goodreads.com

No baú

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Mais sobre mim

foto do autor


Blogs Portugal